• Post category:Artigos

Iniciei meu negócio, e finalmente o primeiro Cliente me deu a oportunidade de demonstrar o quão bom profissional eu sou. Esta talvez seja a grande armadilha que quase todos são pegos. Na verdade o Cliente não consegue enxergar o quão bom profissional você é, e sim o quão confortável é sua sala de recepção, o quão educada é sua assistente, o quão rigoroso você é na pontualidade no atendimento, e assim por diante. Ser bom profissional é nossa obrigação, todo o demais é estratégia da Gestão & Marketing a serviço do seu sucesso profissional.

Como já falamos anteriormente, e bem provavelmente falaremos umas tantas outras vezes, pela sua importância, não basta realizar bem os serviços contratados, tendo um bom padrão técnico e pronto. Isso podia até funcionar há tempos atrás, mas hoje não. O Cliente quer se sentir cuidado, perceber que realmente a equipe que o atende se preocupa de fato com seu bem estar.

Não há dúvidas que nem sempre aquele aluno aplicado na faculdade será o profissional melhor sucedido. O que adianta ser bom tecnicamente, se o que realmente, no primeiro momento, não é isso que o Cliente percebe. Como está o ambiente da sua empresa? Você se sente bem nele, acha confortável e acolhedor? Dê a oportunidade do Cliente perceber o quão bom profissional você é, mas para isso ele terá que retornar, e para tal, não tenha dúvida que a ambiência, além do ótimo atendimento, são essenciais.

Pense nisso e faça a diferença!

Augusto Dutra